quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Receita de piña colada

pina colada


A mistura de leite de coco e abacaxi sempre me cativou e esse drink é um dos pouco que gosto de beber. Aprendi a fazer na época em que dava muitas festinhas aqui em casa. Faz tempo.

A receita é daquela época e rende quase 4 litros, dá para animar bem uma reunião de amigos. Caso não use tudo de uma vez congele em garrafa pet ou divida a receita.


Ingredientes

3 garrafas de suco de abacaxi concentrado (1,5 litro no total)
600 ml de rum (ou a gosto)
2 latas de leite condensado
600 ml de leite de coco
200 g de creme de leite

Como fazer

Misture bem todos os ingredientes. Sirva bem gelada.


Dicas / substituições

Claro que o suco de abacaxi de garrafa pode ser substituído por suco fresco. Bata o abacaxi no liquidificador com pouca água, peneire e use. A quantidade de suco pode variar dependendo da concentração do suco e acidez do abacaxi. Use a gosto.

Se preferir sua pina colada menos doce, adicione o leite condensado a gosto.


quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Caixa para transportar bolo - utensílios

embalagem para bolo


Essa caixa de plástico para carregar bolos eu comprei faz alguns anos nos Estados Unidos. Achei o máximo, mas semana passada foi a segunda vez que usei.

Ela é muito segura, tem quatro engates que prendem a tampa à base, que é de metal, e ainda tem alças. Minha caixa, coitada, está até feia pela falta de uso. Mas não é culpa dela!! Eu é que quase não faço muitos bolos para viagem.

Não lembro onde comprei e ela não tem marca. Mas procurei no tio Google e há vários modelos diferentes desse tipo de caixa, tem umas lindas feitas de metal e outras transparentes para você poder observar seu "bebê" ali dentro e verificar se ele está realmente seguro.

Ela é muito útil para quem faz bolos a toda hora e tem de transportar. É vendida em diversos formatos e tamanhos.

Procure por "cake carrier" e boa sorte! E por favor não me pergunte onde consegue uma igual porque eu não sei,


caixa para bolos


Esse bolo de morangos fiz para o aniversário de mamy e publicarei a receita em breve.


segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Estrogonofe de carne moída

strogonoff de carne moída


A primeira vez que comi um estrogonofe feito com carne moída muitos anos atrás na casa de uma amiga achei estranho, muito estranho. Mas depois de passar o susto inicial, e já na segunda garfada, adorei e fiquei fã! Fica ótimo com arroz e também com macarrão.

Além de gostoso é econômico e rende bem. Também pode ser feito com carne moída já pronta, aquela que sobrou na geladeira e você não aguenta mais comer. Dá uma reciclada nela que vira um prato novo!


Ingredientes

500 g de carne moída (eu uso patinho)
1 colher de sopa de óleo
1 colher de sopa de manteiga
1 cebola grande picadinha
2 dentes de alho picados
1/4 de xícara de vinho branco seco
1 colher de sopa de ketchup (ou 1/2 colher de sopa de extrato de tomates)
1/4 de colher de chá de molho inglês
1/4 de colher de chá de páprica
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Champignon a gosto (opcional)
1 lata de creme de leite (300 g)

Como fazer

Refogue bem a carne moída no óleo e manteiga com a cebola e o alho até dourar. Enquanto refoga, mexa bem para que fique soltinha.

Adicione o vinho e deixe ferver por 2 minutos. Junte o ketchup, o molho inglês, a páprica e tempere com sal e pimenta. Acrescente o champignon se estiver usando.

Junte o creme de leite e aqueça. Corrija o sal.


Dicas / substituições

Se desejar um molho mais espesso engrosse com um pouco de amido dissolvido em água.

Tempere seu estrogonofe a gosto. A receita é só um guia.



quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Pão de mel de pote

pão de mel de potinho


Demorei para postar uma receita de pão de mel aqui no blog por um motivo muito simples. Eu gosto tanto, mas tanto que prefiro não fazer em casa! Compro na rua de um em um e só quando encontro um pão de mel que me agrade, o que é difícil. Já provei todas as marcas que encontrei pelo meu caminho e poucas tem minha aprovação. Sou exigente mesmo.

Mas semana passada comprei umas forminhas novas para fazer alguns testes de receitas para aulas. Na primeira fornada enchi muito as formas e o pão de mel ficou feio. Desse "desastre" surgiu a ideia do pão de mel de vidro. E quer saber? Ficou melhor ainda e dá muito menos trabalho que o tradicional, pois não é necessário banhar. É perfeito para fazer em casa e até mesmo para vender ou presentear. Ficou ótimo em temperatura ambiente e adorei gelado. Em mini copinhos vai ficar um charme em sua festa.

Vou dar aulas de pão de mel e alfajor, com uma receita diferente dessa abaixo, no Bendita Panela no Recreio/RJ. Vou adorar te ver por lá. Veja a programação AQUI no site.

A receita do bolo de mel que posto aqui aprendi em um curso muitos anos atrás. A combinação de especiarias é por minha conta e os ovos batidos também. Dessa forma consigo uma massa mais leve e aerada, mas se você preferir uma textura mais tradicional é só não bater os ovos e misturar os ingredientes.


Ingredientes para o bolo de mel

Manteiga para untar a forma
Cacau para polvilhar na forma

1 xícara de leite
1/2 xícara de açúcar mascavo
1/3 de xícara de chocolate em pó (ou a gosto) 
3 cravos inteiros
3 cardamomos (sem casca, somente as sementes inteiras)
Casca de meia laranja (somente a parte amarela)
50 g de manteiga
300 g de mel
1/2 colher de sopa de canela em pó
1 colher de café rasa de noz moscada ralada
1/2 colher de chá de gengibre em pó
4 ovos
2 xícaras de farinha de trigo peneiradas
2 colheres de chá rasa de fermento químico em pó
2 colheres de chá rasa de bicarbonato de sódio

Ingredientes para montar o pote

2 latas de leite condensado cozido - ou 800 g de doce de leite
1 lata de creme de leite (opcional)
Ganache (veja como fazer aqui - feita com 500 g de chocolate) 

Como fazer

Preaqueça o forno  no médio. Unte uma assadeira retangular grande com manteiga e polvilhe com cacau em pó. Ou forre a assadeira com papel manteiga untado.

Leve ao fogo o leite com o açúcar, o chocolate em pó, os cravos, os cardamomos e a casca de laranja. Aqueça até antes da fervura, deixando o açúcar e o chocolate de dissolverem. Desligue o fogo e tampe a panela. Deixe as especiarias em infusão por 10 minutos. Coe e descarte as especiarias.

Junte a manteiga à mistura de leite e deixe derreter. Junte o mel, a canela, a noz moscada e o gengibre. Deixe amornar.

Bata os ovos inteiros com uma batedeira até crescerem de volume e ficarem de cor clara, como para fazer um pão de ló.

Junte a mistura de leite aos ovos, acrescente a farinha de trigo, o fermento e o bicarbonato incorporando bem.

Asse por aproximadamente 40 minutos ou até que um palito inserido no centro do bolo saia limpo.

Deixe esfriar, desenforme e esfarele o bolo grosseiramente com as mãos.

Montagem dos potinhos

Misture o doce de leite com o creme de leite para que o doce fique menos espesso. Se estiver utilizando doce de leite mais líquido o creme de leite não é necessário.

Coloque um pouco do pão de mel esfarelado em um vidro, pote ou copinho. Pode usar até uma travessa grande e montar como um pavê.

Cubra com o doce de leite, faça outra camada de pão de mel e por último faça uma camada com ganache. Repita as camas a gosto.


Dicas / Substituições

Use as especiarias a gosto no seu bolo de mel.
O rendimento vai depender do tamanho dos seus potes ou copinhos. A quantidade do doce de leite e cobertura também pode variar de acordo com seu gosto.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Receita de Yorkshire pudding - Inglaterra

Yorkshire pudin


Esse pãozinho de origem inglesa tem nome de pudim mas jeito de pão de queijo! Ele é quase como uma massa de bomba, mas fica crocante por fora e macio e oco por dentro. É o acompanhamento tradicional da carne assada dos domingos na Inglaterra.

Eu provei e preparei a primeira vez quando morei por lá, mas há muitos anos não fazia. Mas quando o vi mais de uma vez em livros de receitas diferentes na mesma semana tive de fazer.

O povo da dieta sem glúten pode ficar animado, testei a receita com polvilho doce e deu super certo.

O "yorkshire pudding" é feito com três ingredientes: ovos, leite e farinha. É normalmente de sabor neutro, temperado só com sal e pimenta mas pode ser incrementado com ervas, queijo e temperos a gosto.

Prefiro quando bem assado e moreninho, assim fica oco por dentro. Ele cresce muito no forno, parece até o milagre da multiplicação.

É muito fácil de fazer, mas preste atenção à receita. Ele deve ficar em geladeira por 2 horas, então é melhor se programar.


Ingredientes

2 ovos grandes
a mesma quantidade de farinha de trigo (em volume)
a mesma quantidade de leite (em volume)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
óleo para as formas


Yorkshire pudin com carne


Como fazer

Coloque os ovos em um medidor de líquidos, veja quantos ml tem seus ovos. Dois ovos grandes devem dar aproximadamente 110 ml. Retire e meça o leite neste mesmo medidor. Meça a farinha da mesma forma.

Misture os ovos com a farinha de trigo, junte o leite e misture. Tempere com sal e pimenta. A massa é bem líquida. Leve a massa para a geladeira por 2 horas.

Coloque 1/2 colher de sopa de óleo em cada ramekim, forma de muffin ou de empada. Coloque essas formas em um tabuleiro. Leve as forminhas vazias ao forno preaquecido bem quente (220° C) por 5 minutos.

Retire do forno com cuidado e encha as formas com a massa pela metade ou menos. Leve de volta ao forno.

Asse por aproximadamente 20 minutos ou até crescer muito, ficar para fora da forma e bem dourado.

O centro do pãozinho afunda quando sai do forno, é normal. Aproveite para colocar a carne ali como na foto. Sirva com carne assada, rosbife, frango, ou com uma carne desfiada. 

Os vegetarianos podem servir com um bom refogado de legumes.

Ou coma puro de lanche como eu fiz!


Dicas / Substituições

Para fazer sem glúten é só substituir a farinha de trigo por polvilho. E mexa bem antes de usar porque o polvilho tende a ficar no fundo da tigela.



segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Carne desfiada com funghi

carne desfiada


Mais uma receita de carne de peito cozida e desfiada no blog! Eu adoro e gosto de variar na combinação de sabores. Essa foi feita com funghi e com um toque oriental.

Dá como comer acompanhada de arroz ou massa ou dentro de um bom pão francês.


Ingredientes para cozinhar a carne

1 kg de carne de peito com pouca gordura
1/4 de xícara de shoyu
1 fatia de gengibre
1 anis estrelado
1/2 cebola cortada em duas parte
2 dentes de alho inteiros, amassados e sem casca
um ramo de cebolinha

Ingredientes para refogar

1 cebola grande em fatias
2 colheres de sopa de óleo
1/2 xícara de funghi seco
3 colheres de sopa de saquê mirim
1/4 de xícara de shoyu
1 colher de chá de açúcar

Como fazer

Cubra o funghi com água fervente, tampe a panela e deixe hidratar por 20 minutos ou até ficar macio. Escorra e corte em fatias. Reserve.

Corte a carne em quatro ou seis partes. Coloque em uma panela de pressão, cubra com água, junte o  shoyu e os temperos. Tampe a panela e deixe cozinhar por aproximadamente 1 hora até ficar macia e desfiando com facilidade.

Retire a carne da panela, retire a gordura se houver e desfie. Reserve.

Deixe o caldo do cozimento da carne na panela e ferva até que o líquido se reduza bastante.

Separadamente refogue a cebola no óleo até ficar transparente. Junte o funghi e refogue por 1 minuto.

Junte o mirim, o shoyu, o açúcar e o caldo da carne reduzido. Deixe ferver e junte a carne desfiada.

Corrija o sal.


Dicas / Substituições

Utilize shitake seco no lugar do funghi.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...