sexta-feira, 29 de julho de 2016

Como fazer leite de coco caseiro

Leite de coco caseiro


É muito fácil fazer leite de coco em casa. O chato mesmo é abrir o coco, mas o trabalho compensa, o leite de coco feito em casa além de mais saboroso é livre de aditivos e conservantes.

Quem não quiser abrir o coco pode tentar comprar o coco em polpa ou até mesmo ralado. Só não vale usar coco desidratado, ok?


Ingredientes

2 cocos maduros
1 litro de água filtrada

Como abrir o coco

Leve os cocos ao forno alto por 5 minutos. Essa etapa vai ajudar a soltar o coco de sua casca.

Fure o coco na extremidade onde você encontra 3 "olhos", esses olhinhos são mais macios. Retire a água do coco.

Eu quebro meu coco com a ajuda de um martelo de carne de metal. Soco até que abra. Bastam poucos golpes, mas precisam ser com vontade.

Uma vez quebrado basta enfiar a ponta de uma faca firme entre a carne branca e a casca marrom para solta a polpa. Eu uso a ponta de um descascador de legumes que é bem forte.

Lave sua polpa em água corrente para retirar pedaços de fibra se houver.

Não se preocupe com algumas partes marrons que vão ficar grudadas.


Como fazer leite de  coco caseiro


Como fazer o leite

Agora chegou a parte fácil! Mas nem tão fácil. O coco é duro, por isso quanto mais potente for seu liquidificador melhor, se ele for fraquinho do tipo que quebra à toa coloque pouco coco de cada vez e quebre os pedaços de coco antes de triturar.

Ferva a água. Bata o coco no liquidificador com a água quente. Se necessário adicione o coco aos poucos ou bata de duas ou três vezes. Processe até que o coco fique bem esfarelado.

Coloque a mistura de coco e água em uma peneira bem fina e de preferência coberta com um tecido. Deixe escorrer bem, aperte para ajudar. Eu costumo usar uma touca descartável como coador, mas há saquinhos de pano próprios para fazer leite vegetal.

Está pronto seu leite de coco. Armazene em geladeira por até 3 dias ou congele.


Leite de coco feito em casa


Dicas / Observações

Adicione mais ou menos água para obter um leite de coco mais ou menos espesso.


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Batata doce assada em micro ondas com cream cheese e molho pesto

Batata doce assada com pesto e cream cheese


Que tal cozinhar sua batata doce em micro ondas e comê-la quentinha acompanhada do sedoso cream cheese e de um saboroso molho pesto?

Se você já tiver um molho pesto pronto, essa refeição fica pronta em 7 minutos. Não é uma ideia perfeita para o fim do dia quando chegar cansado do trabalho? Muito melhor e mais nutritivo do que miojo!

Veja uma receita do molho pesto tradicional AQUI.

É claro que você pode cobrir sua batata somente com manteiga, azeite, queijo parmesão ralado ou com o que quiser.

Eu adoro batata assada e usar a batata doce é uma boa ideia para variar o cardápio e ter uma opção um pouco mais saudável, a batata doce tem mais fibras e seu índice glicêmico é mais baixo que o da batata inglesa. Não amo batata doce, mas feita desse jeito deu para comer sem reclamar!


Ingredientes

1 batata doce média - inteira e com casca
Sal e pimenta a gosto
1 colher de sopa de cream cheese
1 colher de sopa de molho pesto

Como fazer

Lave bem a batata doce e fure-a umas 10 vezes com um garfo em todos os lados.

Leve a batata ao micro onda em potência alta por 6 minutos. Aperte a batata com o dedo ou com um garfo (cuidado para não se queimar) e verifique se está macia. Se estiver, retire do micro ondas e abafe-a com um laminado ou pano de prato. Deixe descansando por 1 minuto. Se não estiver cozida ligue o micro ondas por mais 1 minuto ou até que fique cozida e depois deixe-a descansar.

O tempo de cozimento pode variar dependendo da potência do seu aparelho e do tamanho da batata.

Corte a batata ao meio, tempere com sal e pimenta a gosto, cubra com cream cheese e o molho pesto.

Divirta-se!


Batata doce assada com pesto e cream cheese


Dicas / Observações

Depois de cozida ela pode ser armazenada em geladeira para uso posterior.

A casca sai facilmente.

Quando cozida no micro ondas ela pode também ser usada em purês, sopas, etc.


segunda-feira, 18 de julho de 2016

Canja de galinha com arroz negro

Canja feita com arroz negro


Outro dia fui fazer uma canja e resolvi adaptá-la para uma receita funcional, ou seja, eu incluiria ingredientes para deixá-la mais saudável. Fui procurar o arroz integral, mas como não tinha acabei colocando para trabalhar um arroz negro que estava descansando há muito tempo no armário.

A aparência ficou muito suspeita, eu pensaria duas vezes antes de provar na casa de alguém, parece sopa de feijão. Mas o sabor maravilhoso me agradou muito e despertou o arroz negro de vez! Recomendo.

Além de saborosa ela tem os antioxidantes da cúrcuma, o licopeno do tomate e as fibras, ferro e vitaminas do complexo B do arroz negro. Mas como esse arroz é mais caro, você pode usar qualquer outro tipo de arroz integral se preferir.


Ingredientes

1 cebola roxa média picadinha
2 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de chá de cúrcuma
1/2 colher de sopa de extrato de tomate
1 litro de caldo de frango
1/2 xícara de arroz negro (ou integral)
2 cenouras pequenas sem casca e em cubos
1/2 xícara de frango cozido e desfiado
1/4 de colher de chá de pimenta-do-reino
Sal a gosto
Hortelã a gosto

Como fazer

Refogue a cebola e o alho no azeite até que suem e amoleçam. Junte a cúrcuma, misture bem. Junte o extrato de tomate e refogue por mais um minuto.

Junte o caldo de frango e o arroz. Deixe cozinhar em panela tampada até que o arroz amoleça ao dente. O arroz negro demora bem mais para cozinhar do que o branco.

Junte a cenoura e deixe no fogo até que ela cozinhe e o arroz fique bem macio. Eu cozinhei minha sopa por mais de 1 hora, confesso que depois de pronta esqueci no fogo por mais algum tempo.

Junte o frango, pimenta, sal e hortelã. Aqueça bem e sirva quentinha.

Caso o caldo tenha secado muito no cozimento junte mais água até chegar à consistência desejada.


Canja feita com arroz negro


Dicas / Substituições

Fiz a sopa a partir de um caldo de frango que eu já tinha, mas você pode usar coxinhas da asa ou qualquer parte do frango que tenha osso e água, no lugar do caldo e do frango desfiado.

Tempere sua canja a gosto ma mantenha a pimenta-do-reino que vai ajudar na absorção do antioxidante da cúrcuma.


quinta-feira, 14 de julho de 2016

Hambúguer de carne e calabresa com maionese de parmesão e limão

Hamburguer de carne e calabresa


Nada como fazer e devorar um lanche caseiro bem caprichado. Se puder juntar os amigos à mesa melhor ainda. Os hambúrgueres gourmets feitos com carne de verdade estão virando febre aqui no Rio e no Brasil, mas os preços são altos e muitas vezes nem são saborosos. Então fazer em casa pode ser uma ótima opção.

Quem tiver interesse eu dou aulas presenciais aqui no Rio de Janeiro com receitas variadas e muitas dicas. Saiba mais no site do Bendita Panela.

Esse hambúguer foi feito com carne de costela moída e linguiça calabresa misturados. O molho leva limão para dar um frescor. Caiu bem!


Ingredientes

500 g de carne de costela de boi moída com sua gordura (ou outra a seu gosto)
100 g de linguiça calabresa moída (pode usar o processador para triturar)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Azeite para untar a frigideira
6 pães para hambúrguer
Alface e tomate em rodelas a gosto (lavados claro!)

Ingredientes para o molho

250 g de maionese
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado fino
Raspas da casca de um limão
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de chá de mostarda


Hambúrguer de carne e calabresa


Como fazer o hambúrguer

Misture delicadamente a carne moída com a calabresa. Não amasse. Divida em 6 partes e molde 6 hambúrgueres.

Aqueça uma frigideira pincelada com azeite, coloque um ou dois hambúrgueres. A frigideira não deve estar muito cheia para que seu hambúrguer fique dourado. Polvilhe sal e pimenta a gosto por cima de cada carne.

Frite os hambúrgueres por uns 3 minutos de cada lado ou até que fique no ponto a gosto. Quando virar coloque mais sal e pimenta.

Monte cada lanche com uma carne, alface, tomate e molho a gosto.

Como fazer o molho

Misture bem todos os ingredientes. Armazene em geladeira


Dicas / Substituições

Se tiver uma churrasqueira pode usar!
Complemente seu sanduíche como quiser, com queijo, ovos, picles, etc.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Canjica temperada com limão e lavanda

Munguzá com limão e lavanda


Essa é a terceira receita de canjica da semana e tem sabor exótico!! Eu amei essa versão, o limão deu um toque cítrico especial e a lavanda perfumou o prato na medida.

Não usei canela e cravo para não perder o brilho do limão e lavanda.

Como sempre, você pode usar sua receita básica de canjica se preferir.


Ingredientes

500 g de milho branco para canjica
Casca de 1 limão (somente a parte verde)
1 colher de chá rasa de lavanda
500 ml de leite
600 ml de leite de coco
2 latas de leite condensado

Raspas de limão a gosto para servir


Como fazer

Deixe o milho de molho de véspera. Escorra e descarte a água.

Leve o milho para cozinhar em panela de pressão coberto com água, com a lavanda e cascas do limão. Cozinhe por mais ou menos 40 minutos após a panela chiar, e até que o milho esteja bem macio. Prove!

Com a panela de pressão aberta, adicione os outros ingredientes e deixe cozinhando por 20 minutos para que engrosse a gosto e o sabor fique mais apurado. Adicione mais açúcar se achar necessário.

Retire a casca de limão e ao servir salpique mais raspas se quiser.


Dicas / Substituições

Você pode usar casca de laranja, tangerina ou de outra fruta cítrica a gosto.

A lavanda é opcional, Mas recomendo.


quarta-feira, 6 de julho de 2016

Canjica com especiarias, castanhas e frutas secas

Canjica com especiarias, castanhas e frutas secas


Como prometido estou publicando a segunda receita de canjica da semana! Essa você pode chamar de canjica gourmet se quiser! Ela é toda especial, é feita com especiarias mais exóticas como cardamomo e pimenta-da-jamaica, é aromatizada com água de rosas e por cima leva uma cobertura de frutas secas e nozes. Ficou demais!

Minha inspiração foi um arroz doce indiano que leva esses temperos e frutas e castanhas.

A receita básica de canjica pode ser a que você está acostumada a fazer, é só adaptar.

Continue me contando nos comentários qual o toque especial que você dá a sua canjica!


Canjica com especiarias, castanhas e frutas secas


Ingredientes

500 g de milho branco para canjica
6 cardamomos inteiros (saiba mais sobre o cardamomo AQUI)
2 cravos
6 pimentas-da-jamaica (saiba mais sobre a pimenta-sa-jamaica AQUI)
1 pau de canela
1 litro de leite
400 ml de leite de coco
1 lata de leite condensado
400 g de açúcar (ou a gosto)
1 colher de sopa de água de rosas

Ingredientes para a cobertura da canjica

50 g de passas
50 g de cranberries (ou de damasco seco picado)
50 g de nozes tostadas e picadas
50 g de castanha de caju torrada e picada
50 g de castanha do pará picada
50 g de coco fresco ralado
Noz moscada ralada a gosto


Canjica com especiarias, castanhas e frutas secas


Como fazer a canjica

Deixe o milho de molho em água de véspera ou por pelo menos 4 horas. Escorra e descarte a água.

Em uma panela de pressão cozinhe o milho coberto com água e com as especiarias. Não use a água de rosas ainda. Deixe cozinhar por 40 minutos ou até que o milho esteja bem macio.

Com a panela destampada junte o leite, o leite de coco, o leite condensado e o açúcar. Deixe ferver e cozinhar até que fique bem macia, saborosa e cremosa a gosto. Mexa de tempos em tempos para não grudar no fundo da panela.

Quando estiver pronta misture com a água de rosas.

Separadamente misture as castanhas com as frutas secas e o coco. Tempere com a noz moscada a gosto.

Na hora de servir cubra a canjica com a cobertura de frutas secas.


Dicas / Substituições

As castanhas e frutas secas podem ser a gosto, Usei o que eu tinha em casa, mas pistaches, avelãs, tâmaras, etc estão valendo! A quantidade também é a gosto.

A água de rosas é opcional, mas dá um toque todo especial. Ela pode ser encontrada em empórios árabes.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...